Últimas

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Leitão na Bairrada

A Região demarcada da Bairrada, entre Águeda e Coimbra (Beira litoral), vai quase até às dunas do litoral. Engloba os concelhos de Águeda, Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro e algumas freguesias dos concelhos de Vagos, Coimbra e Aveiro.
A Bairrada tem um excelente clima suave, temperado pela proximidade do Oceano Atlântico.  Apesar da produção de vinho existir desde o século X, foi no século XIX que se transformou numa região produtora de vinhos de qualidade: tintos, brancos e espumantes.

O leitão da Bairrada é hoje em dia uma das maravilhas gastronómicas nacionais.  E é sobre leitão que vou escrever.
Em relação aos apreciadores de leitão cada um tem o seu clube ou seja fã de determinado restaurante. Pessoalmente tenho uma teoria que o leitão sabe-nos bem ou mal, conforme algumas variáveis e factores: apetite (hipoglicémia ou não), a viagem que se está a fazer (trabalho ou lazer), etc., podem ser muitas as variáveis. 
Estive há dias no Restaurante "Meta dos Leitões*" onde já não ia há alguns anos.
Em relação à dose de leitão apraz-me dizer:
O leitão estava quente quanto baste, pois o leitão não deve ser aquecido ou requentado. Como sai dos fornos às 12h:00 e eu cheguei ás 14h:00 não poderia estar a ferver. O leitão sai dos fornos e depois é mantido numa temperatura constante.
A pele estava estaladiça e consistente. O tempero estava no ponto e a carne consistente de um leitão que não deveria de ter mais de 4/5kg. Como a parte que me calhou era da costela, nem tive que adicionar o molho de salmoura, pimenta e louro, pelo que nem o provei.
Acompanhei com um vinho espumoso tinto corrente, da Casa Sarmento. O vinho estava à altura da expectativa e do preço. De notar que no Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada de 2014 na  categoria de Espumante Baga, venceu o Casa de Sarmento Brut de Baga branco 2009.
Se tivesse de classificar esta experiência gastronómica, classificaria de excelente. A excelência nem sempre tem a ver com o preço ou com os chefes de cozinha gourmet.
Fui atenciosamente serviço por uma senhora que (não perguntei) mas pareceu-me que trabalha na casa há mais de 30 anos.

O Sr. Sarmento empresário e dono da cadeia de Restaurantes "Meta dos Leitões" e da Adega dos vinhos Sarmento, foi meu cicerone aos fornos onde os leitões são assados.

Apesar dos preços serem variados a minha opinião é de que na generalidade dos restaurantes da  região da Bairrada se come bom leitão.


* Crítica Gastronómica não patrocinada.