Últimas

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Marrocos de carro

Uma volta de +/- 3000kms
 A primeira etapa é sempre Portugal - Algeciras. Dormida em Algeciras. 
No segundo dia embarcamos cedinho no ferryboat, para Ceuta. Nunca se sabe o tempo que se vai demorar na fronteira de Marrocos, mas é sempre um processo lento e burocrático. Há sempre a possibilidade de ir direto a Tanger para quem quer seguir pela auto-estrada A1. As estradas em Marrocos nos últimos anos melhoraram imenso e pode-se ir de Lisboa a Marrakech de auto-estrada.

  
Moulay d'Idriss (norte de Meknès)

Dia de feira em Moulay d'Idriss

Um paragem obrigatória em Volubilis. Fica situada nos arredores da cidade santa de Moulay d'Idriss, a norte de Meknès. É Património Mundial da UNESCO desde 1997. Volubilis foi a mais importante cidade romana no norte de África. As ruínas estão ainda em boa conservação apesar de terem sido bastante prejudicadas pelo terramoto de 1755, o mesmo que destruiu Lisboa e de Agadir em 1960.

Arco de triunfo em Volubilis


Uma imagem cada vez mais rara 
 

As gargantas de Todra

  
O fech fech para chegar às dunas. Quando se chega ao deserto a dificuldade é escolher o hotel

 A chegada aos hotéis das dunas pode ser difícil quando não se vai num carro de tracção às 4 rodas 
 À espera de reboque
Os hotéis da dunas têm excelentes condições para nos refrescarmos. A partir das 24h cortam a água. A electricidade (por gerador) é cortada às 6:00h da manhã

 Dunas de Erg Chebbi (Merzouga)
O nascer do sol nas dunas (Erg Chebbi também conhecidas por dunas de Merzouga) é uma experiência deslumbrante, vivida por cada um, de uma maneira diferente. Temos que nos levantar por volta das 5:00h da manhã. A não perder.

A praça Djemaa el Fna e a medina em Marrkech continuam a ser uma atração para turistas e locais

Ait Benhaddou (Ouarzazate) onde foi filmado o filme Lawrance da Arábia, The Sheltering Sky e Black Hawk Down,

Poços de água potável no deserto
É frequente encontrarmos caravanas de carros todo o terreno nacionais que se dirigem ao deserto

 Tenda de Berberes nómadas (cada vez mais raro)

El Jadida (antiga Mazagão) 

A cisterna na antiga cidade Portuguesa de Mazagão (El Jadida) é paragem obrigatória
 
 Mesquita de Casablanca
 
 O regresso feito pelo estreito de Gibraltar (Ceuta/Algeciras) em hidrojacto rápido
Evitar fazer a viagem entre 01 de Julho e 15 de Setembro. As Altas temperaturas no deserto e em Marrakech (chegam aos 50º) podem ser insuportáveis para algumas pessoas. Junto à costa atlântica as temperaturas são sempre amenas. Não é necessário fazer marcações antecipadas de pernoita. As "Maison d' hotes et Gites" estão bem indicadas ao longo das estradas assim como os hotéis. O preços são variados, mas um jantar, dormida e pequeno almoço varia entre os 35€ e 50€. Convém sempre negociar o preço, até nos hotéis de 5 estrelas.

Locais Património Mundial da UNESCO em Marrocos
    1981 Medina de Fès
    1985 Medina de Marrakesh
    1987 Ksar de Ait-Ben-Haddou em Ouarzazate
    1996 Cidade Histórica de Meknes
    1997 Local Arqueológico de Volubilis perto de Meknes
    1997 Medina de Tétouan
    2001 Medina de Essaouira (antiga Mogador)
    2004 Cidade Portuguesa de Mazagão  El Jadida, Mazagão)