Últimas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

A tortura e os campos da morte no Camboja

A escola Tuol Svay Pray fica no centro de Phnom Penh.  Em 1976, os Khmer Vermelho renomearam a escola S-21 e transformaram-na num centro de tortura, interrogatório e execução. Das 14 mil pessoas detidas na S21, apenas sete sobreviveram para contar a história.
Os campos da morte (Killing Fields) são os locais no Camboja onde coletivamente mais de dois milhões e meio de pessoas foram mortas e enterradas pelo regime Khmer Vermelho e seu lider Pol Pot, durante o seu governo do país de 1975 a 1979.  Embora existam mais de 300 campos, o mais conhecido é o de Choeung Ek, nos arredores de Phnom Penh.